Quem você está lendo…

No filme Separações, o personagem Cabral, vivido por Domingos Oliveira, entre o desespero e a dor grita em determinado momento: “vou transformar meu sofrimento em uma obra-prima”. Não tenho pretensão muito menos talento para transformar nada em obra-prima, mas resolvi metamorfosear minha angústia por um amor não correspondido nesse blog de impressões, sensações, avaliações, reflexões e outros ões mais… 

Esse espaço é uma válvula de escape, um ponto de fuga e para tanto conto como aliados a memória é o passado, assim como uma rabugice latente. Sou um pouco preguiçoso para escrever e, apesar de jornalista, não tenho muita habilidade com o português. Vivo tropeçando e sendo humilhado pela gramática. De modo que tenham paciência com o meu “português errado, ruim”.

Uso obsessivamente reticências e ponto de exclamação. O primeiro enfatiza incerteza, deixa subentendido a ideia de que não conseguir falar tudo o que queria ou gostaria… O segundo desespero! Ah, sim, e além de mal-humorado, sou extremamente dramático, com fortes tendências melancólicas. Mas mas não vejo isso como algo negativo, até porque pessoas alegres são falsas e hipócritas. A tristeza é um sentimento sincero… E claro, não sou filho de diplomata…

41 comentários sobre “Quem você está lendo…

  1. Com quantas agonias afundam-se uma alma?Talvez esse blog seja a voz de um profeta que,apesar de não ser nenhum Antonio Conselheiro ou Mélanie Laurent, nos guie nesse grande arido movie chamado internet em direção a qualquer poço em que encontraremos na lama nossa de cada dia essa resposta,ou apenas bons filmes comentados, o que por si só já vale o ingresso nessa vida virtual.

    Sorte aqui e In the Sky

  2. Desde qdo te encontrei, vivo catando tudo que vem de ti. E olha! Posso afirmar, que no imenso oceano que é a internet, nada pra mim é tão pessoal qto o seu texto. Vc sabe destacar o trivial ou o inusitado. Entretanto, faz isso sereno, dando forma às idéias como quem fala numa roda de amigos…Caramba! Te saúdo, com honras.

  3. Nossa cara vc e muito Foda!!
    to pra ver uma pessoa tao sábia assim; Adoro tudo que vc posta, aprendo coisas tmb e amei de verdade o post que fez sobre Titanic a exposição.. passa o seu
    E-mail?

  4. Cara adorei a materia sobre Bob dylan, e quando a sua interrogação ou duvida, ele visitou sim o Wood, mas não foi em Nova iork, foi sim numa cidadezinha no interior dos EUA, e o wood, já estava internado em um asilo “só para loucos” e no fim de sua dilda tragetória de libertário.
    Vou ler com frequencia o seu blog

  5. Pôxa, Lucio, você não imagina o quanto eu torço silenciosamento para que você finalmente consiga conquistar a Ana Maria Campos!Sempre entro no seu blog com uma discreta torcida de que você venha a escrever que finalmente seu grande amor se rendeu…

  6. Descobri seu blog hoje e adorei. Cheguei aqui por meio de texto sobre Caetano e além de estar encantada com seus textos, adorei o nome do blog. Tudo de bom pra você!

  7. Pesquizando imagem do album de Secos & Molhados que cheguei até seu blog, adorei a matéria, divulgarei tbm o blog a meus amigos!!!

  8. Adicionei seu blog ao meu e-mail do trabalho e todo dia quando chego é a primeira coisa que leio, depois é que vejo as noticias. Quer saber, sem lhe conhecer lhe acho um fofo, mesmo quando acha ter um deus da carnificina em você.

  9. Não vou dizer que adorei o blog porque “adorei” é coisa de viado. Ainda não sei o que pensar a respeito de viados e prefiro não falar disso. Me amarrei no post sobre Ayrton Senna. Nunca gostei dele, também. Coisa pessoal: aquela cara de bosta e a mídia querendo me transformar. Paro aqui. Tô cansado.

    • Ei Papa Jojo, valeu pelo comentário. Sempre me senti solitário com relação a essa opinião porque tentam fazer do Senna uma unanimidade. O que ele não é. O Piquet era mais autêntico, mais real com sua arrogância, falta de modéstia e autenticidade.

  10. Sem querer chat, cara, tem um negócio de politicamente correto que busca te colocar numa forma para te moldar. Desde criança sou ligado nos artistas, cientistas e outros que fugiram e ainda escapam do convencional. Meu ícone é Salvador Dali. E acho que ninguém desbanca ele comigo. Raul Seixas é fera. O Piquet era gozado! Nas entrevistas eu via a hora em que ele mandaria o repórter para pqp. Legal!
    Fui…

  11. Lucio.
    Tenho um verso que diz assim; “Feliz eu fui no momento no momento, em que sonhando ter, segui o rumo do vento, e lá estava você”. Eu queria te ter. Precisava achar alguém como você. E, por seu post sobre meu pai, aqui te achei. Valeu a pena.

  12. a propósito…sobre o seu ‘quem você está lendo’, me fez lembrar do wilde dizendo que ‘… todo o homem mata o objeto do seu amor / E, no entanto, nem todo homem é condenado à morte”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s