Tem uma baleia azul no meu aquário

 

Blue Whale
“Gostava de quando ela fazia querer ser uma pessoa melhor…”

Abri meu coração hoje, cara!

E ela fez uma investigação

Encontrou sonhos despedaçados

E uma alma em confusão

Eu era tão feliz quando eu acreditava nela

Eu era tão feliz quando ela estava por perto

Mas agora sou uma estatística em sua vida

Um grão de areia na imensidão do deserto

Ela inferniza minha vida com seu sex appeal

Vai embora e me deixa morrendo de desejo

Seu sadismo faz minhas gengivas sangrar

Minha boca maldita é sedenta de seu beijo

Não confie em ninguém, meu chapa!

Nem mesmo em sua sombra cambaleante,

Porque um dia ela irá te abandonar,

Na escuridão profunda da noite vacilante…

Agora meu dente dói, meu estômago queima,

Ando escondendo onde a luz não ilumina mais

E eu só queria ter a confiança insana de um rei

Talvez a coragem sincera de um suicida loquaz

Não passo de um covarde social

Tudo se resume a ego e cifrão

Ando cavando minha própria cova

Com a ajuda dos hipócritas de plantão

Quero ser John Malkovich

Quero apenas ser eu mesmo

Quero apenas tentar sobreviver

Nem que seja nesse fétido esmo

Mas quem poderá me salvar?

O Mickey Mouse não é meu amigo

Jesus Cristo não é estrela no meu céu

Então minha vida corre perigo

Não olhe agora, brother

Mas tem uma baleia azul no meu aquário

E ela é bem grande, selvagem e real,

Ela me faz navegar me sentindo otário

Gostava de quando ela me fazia

Querer ser uma pessoa melhor

Gostava de quando ela me fazia

Querer sentir uma pessoa melhor…

* Este texto foi escrito ao som de: Ágætis byrjun (Sigur Rós – 1999)

Sigur Rós