A Comunidade (2016)

a-comunidade

No começo tudo parecia divertido e moderno, até a chegada de um estranho no ninho que irá abalar os alicerces dessa comunidade aparentemente liberal…

A cena é desoladora. Um casal de adolescentes chega à casa de mãos dadas e um guri de 9 anos mira a cena com melancolia nos olhos. Com cinco primavera a menos, ele é apaixonado pela garota que chega com o novo namoradinho e se levanta da cadeira para se deitar no colo da mãe e morrer de amor. E quem disse que amor não mata? Pelo menos a falta dele. Eis uma das cenas mais comoventes do drama dinamarquês “A Comunidade”. Outras virão…

Novo filme do diretor Thomas Vinterberg (A Caça), que fez parte do afamado grupo Dogma 95 – do qual saiu também o polêmico Lars von Trier -, tem trama baseada parcialmente numa história real que aconteceu com os pais do diretor nos anos 70. Na época, um grupo de amigos resolveram morar juntos numa mansão tendo como princípios valores de liberação política e afetiva.

No começo, tudo parece divertido e moderno, mas nas entrelinhas o fantasma do pensamento tradicional circula, potencializado com a chegada de um novo estranho no ninho. E não é um estranho qualquer. Trata-se da namorada jovem do dono da casa, enfim, do dono da ideia de viver juntos em comunidade, estremecendo a relação de todos. Logo, o clima de camaradagem e união vai embora, dando margem para uma trincheira de guerra sentimental.

A força do filme está na atuação dramática dos personagens, com a tensão entre eles aumentando gradualmente a cada minuto, a ponto de colocar fogo nas coisas. Bem, nenhuma sociedade é capaz de sobreviver ao lado conservador que habita dentro de cada um de nós.

…E no entanto a imagem que não me sai da cabeça é do guri que morre no colo da mãe de amor… Ou da falta dele…

* Este texto foi escrito ao som de: Acústico MTV Legião Urbana (1999)

acustico-legiao-urbana

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s