A Destruição de Bernardet (2016)

bernardet-2

Um dos mais importantes pensadores do cinema brasileiro é homenageado em filme ensaio que flerta com a ficção e a realidade…

Se você não conhece ou nunca ouviu falar de Jean-Claude Bernardet o problema é seu porque ele é incontornável. Aos 80 anos, um dos mais importantes pensadores do cinema, crítico seminal da cena cinematográfica brasileira, se reinventa como personalidade a partir do próprio caos pessoal. Doente, debilitado, testa os limites do corpo e da mente na condição de ator. “Será oportunista?”, brinca Kiko Goifman, roteirista e argumentista do documentário A Destruição de Bernardet, exibido ontem em sessão especial no Festival de Brasília.

Belga radicalizado no Brasil, Bernardet vive no país desde o final dos anos 40, naturalizando-se em 1964. No ano seguinte foi um dos professores expulsos da UnB em pleno regime militar. Fragmentos de sua vida são diluídos no filme numa narrativa que transita entre a ficção e a realidade. De personalidade difícil e dono de uma ironia perspicaz, zomba da própria sorte, fazendo da sentença de morte recebida pela AIDS, uma forma de libertação.

“O DOPS não é um bom ficcionista”, zomba, quando reler sua ficha no Departamento de Ordem Política Social.

Medo da solidão pegajoso, um passado enigmático de desencontros, cotidiano simples cercado de amigos e livros. Um dos momentos mais marcantes da fita dirigida pela dupla Cláudia Priscilla e Cláudio Marques é quando, num transe brechtiano, ele entrevista a si próprio. Daí tem aquele desfecho lírico no encontro quase transcendente entre o homem e a natureza, simbolizada por uma borboleta.

Enfim, um belo e diferente ensaio sobre essa incrível figura do cinema nacional.

* Este texto foi escrito ao som de: Kasabian (2004)

kasabian

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s