A Incrível Jornada de Jacqueline (2016)

Le vache

O carismático ator Fatsah Bouyahmed e sua inseparável amiga rumo a um evento importante que irá coroar esse bela amizade 

Fatah (Fatsah Bouyahmed) é argelino e tem uma vaca de estimação que parece ser mais importante para ele do que a mulher e os dois filhos. O carinho pela mimosa é tão grande que ele é capaz de enfrentar a ira da patroa e roubar um cobertor para proteger o animal. O sonho dele é que um dia possa participar da Feira Agrícola de Paris, o que acontece de tanto insistir. O problema é que o evento não tem verba para leva-lo e nem ele. O jeito é ir a pé.

Tem início assim um road movie inusitado em que esse homem e sua vaca sai do Norte da África e cruza a França para chegar a tempo ao evento. Pelo caminho, uma série de aventuras e desventuras, com o espontâneo Fatah conquistando todos com sua simpatia ingênua. “Je suis Charlie”, vai logo dizendo ele, assim que coloca os pés no país, numa referência à frase que tomou de assalto o mundo após o atentado ao jornal Charlie Hebdo.

Mulçumano, ele não bebe álcool, mas depois de participar de um divertido karaokê na estrada, toma um porre de aguardente de pera, o famoso poire e fica mal na fita com o seu povo, que ficou na torcida por ele. Quando literalmente a vaca Jacqueline vai para o brejo, é salvo por um humano e gentil nobre francês falido (Lambert Wilson), dando início a uma sólida amizade.

O grande charme de A Incrível Jornada de Jacqueline está na despretensão e leveza em abordar temas pertinentes num mundo cada vai mais hostil como a amizade e o sentimento de solidariedade. Sobretudo tendo como personagem a figura de um árabe que, aos olhos do Ocidente, de uma forma equivocada, infelizmente, tem uma imagem negativa. Talvez a ideia do filme seja essa mesmo, ou seja, a de humanizar esse povo tão injustiçado.

Se para evocar o espírito da intolerância e do bom senso entre os povos for necessário a figura de uma inofensiva vaca, que assim seja feito.

* Este texto foi escrito ao som de: Yourself or Someone Like You (Matchbox 20 – 1996)

Matchbox 20

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s