Campo Grande (2015)

Campo Grande

Novo filme de Sandra Kogut traz reflexão sobre o duelo travado entre os grandes centro urbanos e a periferia a partir do drama de crianças abandonada

Em cartaz no Cine Brasília, Campo Grande, o novo trabalho da cineasta Sandra Kogut, não é um filme fácil de assistir, chato até, mas bem necessário do ponto de vista da ótica social do país e, sobretudo, da cidade do Rio de Janeiro. É a história de uma mulher burguesa em crise familiar e pessoal que um dia se vê na delicada situação de cuidar de duas crianças abandonadas. Elas são filhas de uma ex-empregada, largou os guris na casa da antiga patroa e foi embora.

Desorientada, incapaz de cuidar da própria filha adolescente (Julia Bernat) e confusa com essa desagradável surpresa, Regina (Carla Ribas) surta e no meio da loucura tenta encontrar uma solução para o caso. Tarefa difícil já que os meninos não se lembram de muita informação como o nome da rua onde moram ou o sobrenome da mãe. Tudo que sabem é que são de Campo Grande. Não a capital mato-grossense, mas uma cidade da periferia do Rio de Janeiro.

“Você tem ideia de onde essa gente mora?”, diz brava para a filha, quando ela diz que vai levar os meninos para casa.

A frase meio que resume a ideia do filme que, mais do que a história de pais negligentes que abandonam os filhos em momentos de crise, fala sobre dois mundos diferentes, o de famílias ricas e famílias pobres que nutrem problemas universais em comuns em meio ao conforto e adversidades que se encontram.

Trata-se de um filme de autor e de personagens no qual se sobressaem as boas atuações, destaque para a elegante Carla Ribas, uma atriz de teatro e cinema que exibe um vigor em cena impressionante. Ela é a alma do filme, presença marcante e confiante. De repente, essa mulher incapaz de cuidar de ninguém, nem da própria filha, se vê apegada às crianças que mal conhecem.

* Este texto foi escrito ao som de: The Shape of Jazz to Come (Ornette Coleman – 1959)

Ornette Coleman

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s