Da Bressarábia para o Sul

Mama Blues

Filme é uma jornada pessoal do diretor gaúcho de família judaica à origem dos seus antepassados vindo da Rússia Oriental…

Foi bem ali na Asa Norte, num espaço israelita que eu sempre passava em frente e nunca imaginei que um dia fosse conhecer, embora tivesse curiosidade. Conheci, ao ser convidado para ver o documentário Mamaliga Blues, do gaúcho Cassio Tolpolar. De origem judaica, o cineasta foi em busca de suas origens num road movie pela parte Oriental da Rússia, lá pelas banda da Bressarábia, numa cidade chamada Moldávia.

Para quem não sabe, a Bressarábia é a região de onde veio o grande jornalista brasileiro e meu ídolo, Samuel Wainer. Pois bem, os antepassados de Cássio são de lá e ele foi à cata de um túmulo perdido que explicaria muita coisa sobre a vinda de sua família para o Sul do Brasil.

Mas ali, entre Judeus, percebi alguns valores na comunidade judaica que são predominantes como o azul da bandeira do Estado de Israel. Um deles é o sentimento de busca pela identidade perdida que remonta aos templos bíblico, com a diáspora, e acentuado com o holocausto na 2ª Guerra Mundial. A outra é o bairrismo com que os judeus tratam a cultura e suas tradições. E digo bairrismo não no sentido negativo, mas como forma de defesa diante de tanto sofrimento e perda milinear.

* Este texto foi escrito ao som de: Demons and Wizards (Uriah Heep – 1972)

Demons and Wizards - Uriah Wizards

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s