Here Comes The Sun

Geroge Harrison Devotee Devoto Krsna.jpg

George Harrison e os devotos de Krishna num registro do final dos anos 70. Graças ao artista, a cultura indiana se popularizou no Ocidente…

Há pelo menos dois feitos na carreira de George Harrison que os fãs do ex-beatle não podem negar. Negligenciado por anos de vaidade e opressão criativa da dupla Lennon & McCartney, ele lançaria em 1970 aquele que é não apenas o melhor disco lançado por um fab four, mas um dos mais poderosos registros da década: All Things Must Pass.

 A outra coisa é que, graças ao artista, a cultura indiana – com sua religião milenar e música transcendental -, ganhou os quatro cantos do planeta. Claro que todo mundo já tinha ouvido falar sobre mantras, meditação, cítaras e coisas do tipo, mas foi graças à dedicação e perseverança de Harrison quanto ao tema que ele se popularizou e ficaria enraizado, para sempre, no Ocidente.

Se você hoje canta Hare Krishna, meu chapa, então agradeça ao Harrison.

Você chega a essa conclusão ao ler o delicioso, Here Comes The Sun – A Jornada Espiritual e Musical de George Harrison. Escrito pelo historiador Joshua M. Greene, o livro conta a trajetória de uma das figuras artísticas mais importantes do século 20. Ok, você que já é fã dos Beatles pode até achar que sabe tudo sobre um dos maiores fenômenos musicais de todos os tempos, mas vai se surpreender com alguns detalhes da carreira dos meninos de Liverpool.

O livro já poderia ter começado sua narrativa envolvente tendo como ponto de partida a carreira solo de Harrison, em meados dos anos 70, mas não deixa de ser interessante ver como foi a loucura de ser um Beatle, não pelo ponto de vista de Lennon e McCartney, como já estamos acostumados, mas pela ótica introspectiva e reservada do guitarrista.

“Eu estava ficando muito nervoso. Não gostava da ideia de me tornar tão popular. Eles nos usavam como desculpa para perder a razão, ficar louco. O mundo fez isso. Depois, colocavam a culpa em nós”, comentou certa vez, tentando explicar a histeria dos fãs no auge da beatlemania.

No entanto, o mais gostoso de Here Comes The Sun é que ele ajuda entender o fascínio e devoção de Harrison com a religião indiana e sua cultura apaixonante. E pensar que tudo começou por conta de uma visita ao ídolo Elvis Presley em 1965… Sim, enquanto os outros três integrantes se divertiam numa jam session com o rei do rock ‘n’ roll, George Harrison se surpreendia com o fato de Elvis estar apreendendo os ensinamentos do guru Paramahansa Yogananga, com o seu estilista e amigo, Larry Geller.

“Aquilo realmente surpreendeu George”, contaria anos depois Geller.

Bem, quer saber o resto dessa história? Leia o livro.

* Este texto foi escrito ao som de: All Things Must Past (George Harrison – 1970)

George_Harrison_-_All_Things_Must_Pass

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s