Ninguém ama ninguém… (Por mais de dois anos) (2015)

Ninguém ama ninguém

Nova adaptação das histórias de Nelson Rodrigues em cartaz nos cinemas não passa de clichê vagabundo…

A obra de Nelson Rodrigues é para mim uma flor da obsessão, para usar uma expressão do próprio dramaturgo e cronista. E foi por essas e outras motivações que fui ver, outro dia, ali no Libert Mall, Ninguém ama ninguém… (Por mais de dois anos). Que lástima. Dirigido por Clovis Mello, o filme é um clichê vagabundo do começo ao filme, apostando todo o potencial do texto incômodo e sincero do escritor nas frases de efeitos e caricatura dos personagens.

Em suma a trama se resume no remendo de cinco histórias bombásticas em que a natureza humana expõe suas fraquezas por meio do adultério, soberba, sovinice, vaidade e desejo. Não escapa nem uma defunta vítima de pneumonia. “Nem todo mundo tem a sorte de amar a mulher certa”, lamenta um dos amantes, que deseja a mulher do próximo.

Ainda bem que a reconstituição de época é magnífica. Gosto particularmente dos cartazes estilosos que resgata a estética visual da época, mas difícil de superar as adaptações da obra de Nelson Rodrigues, como fez, doa a quem doer, a Globo, com a série apresentada pelo saudoso José Wilker no Fantástico.

Quem discordar de mim que “atire a primeira pedra”, que era como Nelson Rodrigues queria batizar sua coluna no jornal Última hora. Sorte nossa que o mago da imprensa brasileira, Samuel Wainer, ventilou um nome que eternizou o jeito fatalista do escritor falar das imoralidades humanas.

A vida como ela é…

* Este texto foi escrito ao som de: Blue rose (Rosemary Clooney – 1956)

Blue rose - Rosemary Clooney

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s