A bela garota com a blusa azul claro

“Um dia encontrei pegadas por aí e era você… Puxa, vida! Como é legal sua companhia…”.

– Como é bom estar aqui com você, sabia?

– Obrigada, querido, com você também…

– Às vezes me sinto como um Robinson Crusoé perdido entre milhões de pessoa nessa cidade. De repente, um dia eu encontrei umas pegadas por aí e era você… Puxa, vida! Como é legal sua companhia… Sinto como se fosse gente!

– Você tem umas coisas, ficar se diminuindo assim…

– Mas é como me sinto, como alguém que existisse, me entende, alguém bem melhor! Sabe, já disse mil vezes, mas nunca é demais repetir… – Eu torço tanto por você!

– Eu também!!

– Ah, mas é diferente…

– Diferente por quê? Diferente como?

– Porque você faz cócegas bem aqui dentro do meu peito!!

– Ah, querido…

– É verdade… Você é bem especial para mim… E sabe do que tenho saudades?

– Não, do quê?

– De você vestida com aquela blusa azul claro, lembra? Era tão gostoso quando eu chegava ao trabalho e você estava com aquela blusa azul claro, parecia um anjo. Era mágico…

– Bobo, só você mesmo…

– Posso beijar seu nariz?

– ???… Ué, pode…

– Você tem um nariz de princesa da Disney…

– E você é um querido!

* Este texto foi escrito ao som de: X & Y (Coldplay – 2005)

X & Y

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s