Volver (2006)

Nesse filme de Amodóvar  o "voltar" tem um peso existencial dramático

Nesse filme de Amodóvar o “voltar” tem um peso existencial dramático

Toda vez que alguém me pergunta o que é um “filme de autor”, explico para elas assistirem Woody Allen, Fellini, Godard, Buñuel ou Pedro Almodóvar. Daí elas vão entender do que eu falo. Não tem como errar porque, é o sujeito bater os olhos na fita e logo sabe quem é o diretor por trás das câmeras. Estrelado pela caliente Penélope Cruz, Volver (2006) é, na sua essência, um típico filme de autor. Filme esse em que o universo, a alma feminina, com todas as suas implicações e cumplicidades, dominam a trama de cabo a rabo.

Aqui é a história de Raimunda (Penélope) e de um estranho vilarejo espanhol onde o índice de loucura é um dos maiores do país. “Os ventos do Leste enlouquecem as pessoas”, avisa uma das mulheres do enredo que começa no cemitério, com um bando delas limpado túmulos de mortos queridos e de gente que ainda não morreu.

E ali esconde segredos e mentiras que, durante toda a trama, vai conduzir o espectador para um jogo intricado de acertos de contas com o passado, quando o presente acena com um futuro incerto ao trazer à tona, logo nos primeiros minutos do filme, um assassinato.

Nos filmes de Almodóvar é assim, o tempo todo a plateia é pega de surpresa com reviravoltas surpreendentes, detalhes narrativos inteligentes. E por falar em expertise, engenhoso a forma como o diretor engana as pessoas até os minutos finais com uma falsa fábula sobre a morte e relações conturbadas. É tal real que parece que até os personagens estão sendo enganados. “Voltei só para te pedir desculpas”, diz a mãe vivida por Carmen Maura, como se fosse um fantasma que acabou de levantar da tumba.

E o voltar aqui, como evidencia a canção interpretada pela a deliciosa Penélope Cruz, tem um peso dramático e existencial perturbador.

* Este texto foi escrito ao som de: Today (Galaxie 500 – 1988)

Galaxie 500 - Today

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s