O beijo no asfalto (1984)

Christiane Torloni, Tarcísio Meira e Lídia em cena reveladora do filme

Christiane Torloni, Tarcísio Meira e Lídia Brondi, uma família destroçada pela hipocrisia

Peça escrita em 1960 pelo genial Nelson Rodrigues, O beijo no asfalto é uma crítica malandra do dramaturgo aos excessos do jornalismo, profissão que ele conhecia muito bem. Na trama, um ato de misericórdia é transformado em escândalo quando Arandir tasca um beijo em moribundo em pleno centro do Rio de Janeiro. Oportunista, o repórter Amado Pinheiro vê no episódio uma chance sensacionalista de vender jornal. É o ponto de partida para o autor explorar, bem ao seu estilo, temas como sadismo, homossexualismo, preconceito e hipocrisia.

Na crista da onda depois do sucesso de filmes como Dona flor e seus dois maridos (1976), Amor bandido (1979) e Gabriela (1982), o diretor Bruno Barreto mais uma vez aqui acerta em adaptação de texto poderoso para o cinema. Claro que pesou muito a unidade do elenco que conta com Ney Latorraca na pele do injustiçado Arandir, Tarcísio Meira como o pai cínico Aprígio e Christiane Torloni vivendo a esposa ingênua Selminha. Quem rouba a cena é a então novata Lídia Brondi, a insinuante Lídia, a típica cunhada gostosa das tramas rodrigueanas. A cena dela tomando banho sensualmente diante dos olhos constrangido de Arandir é deleite puro.

Marcado por texto cru e diálogos fortes, a temática de O beijo no asfalto até hoje continua atual diante de sede demente e ignara da mídia por notícias aberrantes que exploram o mórbido prazer que as pessoas têm de ver a desgraça alheia. Causa nojo a sequência em que o jornalista Amado Pinheiro (Daniel Filho) chantageia suas fontes para obter o que quer.

O final bíblico, após uma série de reviravolta e descobertas chocantes sobre o caráter dos personagens, como em toda história de Nelson Rodrigues, é exemplar. Que atire a primeira pedra quem nunca roubou o beijo do próximo.

* Este texto foi escrito ao som de: Essa tal de Gang 90 e as Absurdettes (1983)

Gang 90

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s