Retorno a Ítaca (2014)

Reencontro de amigos faz contundente e amarga reflexão das últimas décadas em Cuba

Reencontro de amigos faz contundente e amarga reflexão das últimas décadas em Cuba

Quem já assistiu aos filmes do brasileiro Domingos de Oliveira e do canadense Denis Arcand sabe do que estou falando. O drama francês Retorno a Ítaca, em cartaz no Libert Mall, é daqueles filmes em que as palavras são tão importantes quanto os personagens em cena.

Na trama, um grupo de amigos cinquentões se encontra na laje de uma casa na capital cubana Havana, para relembrar alegres e tristes momentos do passado. Um deles é um exilado que acaba de chegar de uma jornada de 16 anos na Espanha e traz na bagagem além de muita saudade da terra natal querida, também lembranças boas e amargas do que deixou e enfrentou na Europa. A mágoa por conta das arbitrariedades políticas e econômicas do governo do país do general Fidel Castro é vomitada entre um gole de uísque e outro.

“A falta de gelo estragou as melhores festas de Havana”, ironiza um deles.

Os diálogos são poderosos e contundentes, o rancor e melancolia social dos personagens perturbadores, enfatizando como o governo de Cuba aniquilou de várias maneiras possíveis, a vida do cidadão comum da ilha. “Não existe nada mais sério do que ouvir música”, filosofa alguém da turma que é fã de Beatles.

Apesar de tanta amargura e pessimismo nas falas, expressões faciais, há um esgar de esperança nas entrelinhas das conversas e revelações medonhas também. No intervalo de um dia, 40 anos de história e repreensão vêm à tona numa espécie de catarse emotiva. A pegada é teatral. Só não entendi a metáfora do título que faz referência a passagem de famoso episódio das fábulas da Grécia Antiga. Nem porque o filme cubano é dirigido por diretor francês.

E pensar que Cuba agorinha mesmo entrou para a história como o primeiro país a eliminar a transmissão do HIV de mãe para filho…

* Este texto foi escrito ao som de: Calypso (Harry Belafonte – 1956)

Harry Belafonte

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s