Sangue Azul (2014)

No filme o ator Daniel de Oliveira é atração do circo como o homem-bala

No filme o ator Daniel de Oliveira é atração do circo como o homem-bala

O pernambucano Lírio Ferreira, você sabe, né? Foi um dos expoentes do movimento pernambucano que, há 20 anos, tomou de assalto o cinema nacional com um cinema nacional com obras autorais de peso e vigor cinematográfico singular. Co-diretor de Baile perfumado (1997), o cineasta lança agora seu terceiro longa-metragem de ficção fazendo uma ode ao amor livre e à beleza natura de Fernando de Noronha.

No filme, em cartaz bem ali no Libert Mall, o ator mineiro Daniel de Oliveira se apropria do charmoso sotaque pernambucano para dar vida ao personagem Zolah, artista do circo Netuno que está de volta à ilha nordestina para mais uma apresentação. Lá, à beira-mar, ele reencontra a mãe 20 anos depois e entre idas e vindas pelo lugar, acaba se apaixonando pela irmã Raquel (Carolina Abras), causando desconforto ao espectador mais quadrado e conservador. Teve gente que saiu da sessão antes do fim. E teve gente que não viu o Milhem Cortaz sendo enrabado na calada da noite. Logo ele que é atração na arena como o “homem mais forte do mundo”.

Belo e por vezes lírico, Sangue azul é mais um daqueles projetos que esmiúça a alma humana tendo como pano de fundo a arte circense. Federico Fellini fez isso de forma triste e amarga em A estrada da vida (La strada, 1954), Cecil B. DeMille a mesma coisa no monumental O maior espetáculo da Terra (The greatest show on Earth, 1952).

“O cinema nasceu no circo”, comenta o personagem de Paulo César Peréio.

Outro veterano do cinema que dar o ar da graça na fita é o cineasta moçambivcano-brasileiro Ruy Guerra, na pele de um velho sábio e oráculo da ilha, que, misteriosa e bela, surge como uma personagem na trama. Um filme sobre o tempo no espaço e vice-versa. E de como esses dois elementos influenciam a existência de todos na trama.

* Este texto foi escrito ao som de: Da lama ao caos (Nação Zumbi – 1994)

Da lama ao caos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s