Um pombo pousou num galho refletindo sobre a existência (2014)

Esquetes nonsenses e bizarras sobre  o cotidiano da vida humana

Esquetes nonsenses e bizarras sobre o cotidiano da vida humana

Eis aí um dos filmes mais estranhos que vi nos últimos tempos, a começar pelo título que, aparentemente, não tem nenhuma ligação com a trama em si. Aparentemente porque há uma premissa filosófica nas entrelinhas. Mas é preciso muita força de vontade para perceber isso. Mas a pergunta que faço é de si para si é: você teria coragem de assistir a uma fita com esse título? Bem, eu tive. E não me arrependi, apesar de não ter entendido muita coisa.

Vencedor do Leão de Ouro do Festival de Veneza de 2014, essa produção sueca dirigida por Roy Andersson parece ser uma mistura de Tim Burton com Wes Anderson se levarmos em conta o visual pontuado por cores bem definidas e enredo estranhíssimo. Contudo, me lembrei muito de um filme finlandês que assisti tempos atrás no Festival do Farani, aquele da Academia de Tênis, um bem nonsense dirigido pro Aki Kaurismäki chamado, O homem sem passado. Lembra?

Filmado em forma de enquetes, Um pombo sueco, como a produção foi abreviada pela imprensa europeia, traz cenas bizarras e surrealistas do cotidiano. Um homem morre no meio da lanchonete e a garçonete se preocupa com a refeição que já está paga. “Quem vai querer a cerveja dele?”, pergunta tranquila.

Noutra sequência, um batalhão inteiro de um século qualquer perturba a tranquilidade de pacatos boêmios de um bar nos dias atuais. E como as cores no filme são vibrantes como uma tela de Edward Hopper ou daqueles pintores medievais dos países baixos. O humor é seco e frio, como a passagem escandinava. Vale o ingresso, se você não for um cinéfilo quadrado e conservador.

* Este texto foi escrito ao som de: Álibi (Maria Bethânia – 1978)

Álibi - Maria Bethânia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s