Mário Fontenelle – O escrivão de Brasília

O fotógrafo registrou mais de 5 mil fotos sobre os primórdios de Brasília

O fotógrafo registrou mais de 5 mil fotos sobre os primórdios de Brasília

Garanto que tem muita gente que tira retrato por aí não sabe quem foi Mário Fontenelle. Fotógrafo oficial do governo JK, ele foi o mais importante memorialista de Brasília, autor dos primeiros registros da nova capital e das imagens mais marcantes desse período. São mais de cinco mil fotografias que compõem o acervo Fundo Novacap do Arquivo Público do Distrito Federal, valioso conjunto documental que ajuda a contar a história de Brasília.

Pois bem, apesar de sua espetacular atual no registro de imagens seminais de Brasília, Mário Fontenelle morreu pobre, no ostracismo e sozinho, renegado até os seus últimos anos de vida num asilo para velhos no Núcleo Bandeirante. E quando morreu, em setembro de 1986, aos 67 anos, apenas três amigos estiveram no enterro.

Parte dessa injustiça será reparada com homenagem póstuma concedida ao fotógrafo no próximo dia 16 na Câmara Legislativa. Na ocasião será exibido o curta-metragem, Mário Fontenelle – A oração silenciosa, do professor Pedro Jorge de Castro.

Nascido em Parnaíba, Piauí, desde cedo Mário Fontenelle era um apaixonado por aviões. Seu sonho era um dia entrar num deles e quando isso aconteceu, nunca mais deixou de cruzar os seus dentro de um desses monstros alados. Foi durante um voo que conheceu o presidente Juscelino Kubitschek que o presenteou com duas máquinas fotográficas. Pronto, estava selada uma relação entre homem e a origem de uma cidade como nunca mais visto.

Entre seus registros mais impactantes estão o cruzamento dos eixos, marco zero da construção de Brasília e a clássica imagem de JK e Lúcio Costa, lado a lado, no local onde se iniciaria o Eixo Monumental. O professor Pedro Jorge de Castro é quem tem razão. Mário Fontenelle foi o escrivão da história de Brasília, o cara que escreveu a Gênesis da nova capital.

* Este texto foi escrito ao som de: Automatic for the people (R.E.M. – 1992)

Automatic for the people

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s