As maravilhas (2014)

Filme italiano homenageia Fellini a partir de referências sensoriais bucólicas

Filme italiano homenageia Fellini a partir de referências sensoriais bucólicas

O universo de Federico Fellini na cultura italiana às vezes surge como um Sol onipresente e soberano, mesmo que nos mínimos detalhes. É o que mostra o drama italiano, As maravilhas, em cartaz bem ali, no Libert Mall. Dirigido por Alice Rohrwacher, a partir de suas memórias afetivas, conta a história de quatro irmãs filhas de um pai alemão rígido e uma mãe nativa que vivem numa região próxima da idílica Toscana. Eles criam abelhas e produzem mel e é dessa rotina que a trama se sustenta.

Gelsomina (e aqui vai uma das referências ao mestre Fellini), a filha mais velha, está na fase de transição entre a infância e adolescência, daí os hormônios atiçarem com a chegada de um jovem que passa por processo de reabilitação, para ajudar na lida do dia a dia. Ao mesmo tempo, a família participa de um reality show com temática ao universo dos fazendeiros, expondo o que a TV italiana tem de mais cafona e ruim. Os figurinos extravagantes da bela Monica Belucci e os cenários do programa fazendo referência a Roma antiga são outras alusões ao mundo mágico do mestre Fellini.

Abelhas que saem pela boca, poças de mel espalhadas pelo chão e besuntando corpos aflitos, fachos de luz solar que surgem como alimento para alma. Simples na sua beleza de ser esse tocante As maravilhas fala sobre o rito de passagem, mas das impressões sensoriais na vida no campo.

* Este texto foi escrito ao som de: Sounds of silence (Paul Simon & Art Garfunkel – 1966)

Simon & Garfunkel

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s