Os bastidores da origem de Brasília

Vasco Santos durante visita ao Arquivo Público do DF no início do ano

Vasco Santos, filho do ex-prefeito, durante visita ao Arquivo Público do DF este ano

Quando se fala nos pioneiros de Brasília o nome de Paulo de Tarso Santos quase não é citado. Vem à mente JK, claro, Lúcio Costa e Oscar Niemeyer, Israel Pinheiro e Bernardo Sayão, mas nunca Paulo de Tarso Santos. Na verdade, o grande público nem sabe quem foi essa importante figura política da cidade nascido em Araxá (MG) e radicado em São Paulo. Bem, se você quer conhecer um pouco sobre ele basta ler o livro, Meu amigo Paulo de Tarso. Escrito pelo filho Vasco Santos, a obra, lançada em 2010 pela Documenta Histórica Editora, traça os últimos 55 anos da história de Brasília e da política brasileira a partir da trajetória desse grande político. Uma leitura mais do que recomendada para os 55 anos da nossa cidade.

“Este livro tem três objetivos, (…) um deles é que o povo se lembre de Paulo de Tarso, um home que jamais cedeu à corrupção e sempre defendeu os princípios de justiça, não violência e reconhecimento da capacidade cultural de todos os cidadãos, a ser orientada para o desenvolvimento”, escreve o autor.

Filho de um dos fundadores do Banco Bradesco, Paulo de Tarso se formou e Direto, mas logo entrou para política ao se filiar ao PDC (Partido Democrático Cristão) nos anos 50. A narrativa gostosa de Vasco Santos tem início assim, com a origem da família destrinchando os descendentes com raízes no interior de Minas Gerais e São Paulo, onde foram fundadores da cidade de Marília. Paulo de Tarso abandonou a advocacia e abraçou a política quando um oficial de justiça lhe perguntou se ele podia penhorar um velocípedes.

Bom, mas para quem é da cidade ou como eu, mora aqui há anos, alguns episódios e Paulo de Tarso Santos 3passagens sobre os primórdios de Brasília são deliciosos. Por exemplo, um dos primeiros trabalhos do meu pai foi na administração do hospital Sarah Kubistchek, chamado por ele e os meus primos que ele levou para trabalhar lá de “Pioneiras Sociais”. Mas duvido que ele e os pioneiros que trabalharam lá sabiam porque o “Sarah “era chamado assim.

A razão era porque o sistema de assistência social na cidade começou por iniciativa de um grupo fechado de mulheres que mantinha uma instituição chamada de as “Pioneiras Sociais”. O grupo era liderado pela primeira-dama Sarah Kubitschek e Coracy Pinheiro.

Outra descoberta é que a Festa dos Estados, um encontro muito popular na cidade que, infelizmente, não acontece mais, nasceu de uma vontade de matar a ociosidade de uma primeira-dama, D. Maria Nilse, mulher de Paulo de Tarso. E teve início como uma festa junina, onde, por meio da influência dos parlamentares, se arrecadava donativos e fundos para ações sociais. A ideia foi turbinada por uma quermesse com barracas de cada estado do país.

“A aeronáutica deu uma ajuda inestimável através do recolhimento e transporte dos donativos até Brasília, através do Correio Aéreo Brasileiro”, detalhe Vasco Santos. “Como minha mãe era presidente, presenciei várias reuniões de preparação, onde se organizavam os donativos para serem levados à quermesse. (…) Na barraca de São Paulo conheci o ídolo nacional Eder Jofre, no auge da fama”, recorda.

Político influente que se projetou nacionalmente graças ao apoio que deu a Jânio Quadros, eleito presidente em 1961, Paulo de Tarso transitava com desenvoltura entre gregos e troianos, desafetos e aliados. Quando soube da nomeação de Paulo de Tarso para a prefeitura de Brasília, Israel Pinheiro, outrora presidente da Novacap e primeiro prefeito da nova capital logo o convidou para um jantar. O conterrâneo JK foi mais direto e duro em sua acolhida por meio de um bilhete.

“Vê se não me faz passar vexame”, disse.

* Este texto foi escrito ao som de: Sou (Marcelo Camelo – 2008)

Sou

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s