Perdi minha sombra

“A vida é muito longa quando se está sozinho”, Morrissey

“A vida é muito longa quando se está sozinho”, Morrissey

Soterrado até em cima de mediocridade

Cercado de idiotas por todos os lados

E a desolação maior é que lá em casa temos espelho

E não há nada que possa ser feito, tudo só piora

E logo agora que descobri que não tenho sombra…

Minha mãe fica sempre do lado do sistema

E sempre fala comigo como se eu não tivesse alma

No final, tudo se resume a dinheiro e poder

E eu tentando descobrir uma maneira de não existir

Porque descobri que perdi minha sombra…

Morrissey é que tinha razão:

“A vida é muito longa quando se está sozinho”

E eu me sinto como um lobo da estepe

Com o frio queimando dia e noite os meus calcanharesSombra 2

Minhas crianças são meu único consolo

Sobretudo agora que tenho sombra…

O arauto da desgraça sopra em meus ouvidos

E eu só quero o impossível… Ser feliz…

Por quê só tenho o afeto de estranhos?

Descobri que a inocência tem data de validade

E que também perdi minha sombra…

Sim, meu amigo, todo dia sufocado de mediocridade

E não sei o que é pior: eu ou eles

E ainda tem meus invencíveis inimigos

E esse sono eterno que me atormenta

Quando perdi minhas armas e também minha sombra…

* Este texto foi escrito ao som de: The head on the door (The Cure – 1985)

The Cure

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s