Oasis Liam’ Song

O vocalista hooligan à frente do Oasis no auge da banda

O vocalista hooligan à frente do Oasis no auge da banda

De repente, não mais do que de repente, eis que se abateu sobre mim uma saudade imensa dos meus tempos de fã do Oasis. Tudo só porque eu soube, ou dia, que o Noel Gallagher, líder e mente criativa por trás de uma das bandas mais populares do rock dos últimos anos, anunciou novas músicas de seu segundo álbum solo. Pronto, foi o suficiente para me sentir adolescente novamente e revirar todos os meus CDs do grupo que já vendeu mais de 70 milhões de discos até hoje.

Tinha me esquecido do quanto o Liam era bom vocalista. Um dos melhores de sua geração ou, segundo os ouvintes da rádio britânica XFM, o melhor de todos os tempos nua votação aberta que contava no páreo com celebridades como Freddie Mercury e Jim Morrison. O frontman do Oasis também seria eleito pela conceituada revista inglesa Q, o melhor líder musical, à frente de figurinhas tarimbadas como Bono Vox e a dupla Lennon e McCartney.

Irmão caçula dos Gallagher, William John Paul Gallagher, nascido em setembro de 1972, tem algo que anda em desuso no rock ultimamente: atitude. Deliciosamente pedante, de uma arrogância quase infantil, comportamento agressivo, elegante e estiloso com suas roupas descoladas, volta e meia está envolvido em polêmicas com a imprensa e seus pares, não rara as vezes saindo nos tapas com quem lhe enche a paciência. Foi assim, por exemplo, em Munique, em 2002, quando saiu com escoriações pelo rosto e dentes quebrados após uma briga num hotel que o levou para a prisão junto com o baterista Alan White. A temporada na cadeia não passaria de algumas horas, mas o show na cidade alemã seria cancelado.

O jeitão desengonçado e hooligan de cantar em cima do palco, torto diante do microfone, é uma alusão a Johnny Rotten do Sex Pistols, uma das várias influências britânicas do Oasis, e o Joãozinho Podre, por sua vez, se inclinava daquela maneira matusquela em cena, numa citação corporal ao bizarro personagem Ricardo III de Shakespeare.

Well, além de cantor excelente, Liam, dono de uma grife de roupa na qual é o garoto-propaganda, a Pretty Green, também é autor de algumas pérolas do britpop e segue abaixo um top five das minhas favoritas. Ano-luz atrás do genial irmão Noel Gallagher, com certeza, mas ainda sim, uma estrela brilhante no céu do rock.

PG_Store_Teaser_A5Songbird (2002) – No seu estilo bem direto e confessional Liam faz aqui uma declaração de amor apaixonante à cantora da banda britânica All Saints, Nicole Appleton, com quem teve um affair. Com um arranjo onírico, meio fábula, a canção me encanta pelo solo de órgão que surge como um pássaro flutuando no meio da faixa. Simplesmente mágico. “Ela não é qualquer uma”, diz ele no refrão.

Little James (2000) – Baladona vitoriana com belo arranjo de piano e violão é uma singela homenagem do artista ao filho de sua primeira esposa Patsy Kensit com o líder do Simples Mind, Jim Kerr.

Soldier on (2008) – O jeitão hooligan explode aqui com frases curtas, diretas e cheias de mensagens alto astrais numa canção simples que denunciaria o estilo da banda seguinte do vocalista, a Beady eye. “Segure uma luz, amigo/Veja o sol/Agüente firme”, diz.

Guess God think I’m Abel (2005) – A referência bíblica do título é um sundae numa letra que narra os conflitos de uma relação amorosa conturbada. Minimalista, pega o ouvinte de jeito na parte final da canção, com sua imponência vocal. “Ninguém conseguiria nos separar/Ninguém conseguiria nos levar/Se eles tentassem”, canta o artista.

Born on a different cloud (2002) – Composição sombria do frontman do Oasis, chama atenção pela forte influência do ídolo John Lennon tanto na letra enigmática, quanto no arranjo etéreo.

*Este texto foi escrito ao som de: Todas as canções escritas por Liam Gallagher (2000-2008)

Songbird - Liam

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s