“A hard day’s night” (1964)

O filme traz na essência cenas de quatro jovens felizes com a vida e o enorme sucesso que o cercavam

O filme traz na essência cenas de quatro jovens felizes com a vida e o sucesso que o cercavam

E lá se vão 40 anos do primeiro filme dos Beatles e a fúria e energia da cena de abertura de Os reis do iê-iê-iê (título no Brasil), já dava claros sinais do que viria a ser mais essa aventura do fab four, ou seja, um explosão de alegria e adorável surpresa nos corações de milhares de fãs em todo o mundo. Jovial, espirituoso, irreverente, despretensioso e ao mesmo tempo original, a fita, dirigida por Richard Lester, trazia na essência cenas do que esses talentosos e divertidos meninos de Liverpool eram no dia a dia: quatro jovens felizes com a vida e o enorme sucesso que o cercavam naquele momento de suas carreiras.

O curioso é que tudo aconteceu da forma mais natural e espontânea possível, sobretudo porque produtores, empresários, a banda e o próprio diretor Richard Lester, não sabiam direito no que iria dar aquele projeto que era mais uma tentativa de explorar a boa onda da banda mais popular do momento.

Claro que a referência eram os filmes do ídolo Elvis Presley e artistas do gênero, mas Lester, conhecido por trabalhos publicitários e documentários realizados para a tevê, se lembrou da série cômica The Goon Show, realizada para a BBC com Peter Sellers e outros atores, e resolveu apostar todas as fichas numa produção ousada com o pouco orçamento e opções criativas que tinha em mãos. E assim, apoiado no roteiro do escritor de Liverpool de origem galesa, Alun Owen, fez do limão uma deliciosa limonada.

A hard days nightNa trama que trazia uma mistura das comédias pastelão dos Irmãos Marx e a ingenuidade dos enredos de Charles Chaplin, com uma pegada semi documental, aquilo que era óbvio no cotidiano dos quatro rapazes, ou seja, jovens fãs ensandecidas em carinhos dos ídolos, uma agenda aboletada de compromissos profissionais com gravadoras e apresentações em tevês e entrevistas idiotas com uma turba de jornalistas imbecis parodiada no filme de forma inteligente e bem divertida.

“Você é um jovem revoltado ou roqueiro?”, chega a perguntar uma socialite debilóide, numa daquelas badaladas festas de celebridades.  Ao que Ringo Starr, na maior inocência, com seu ar de Jean-Paul Belmondo, responde: “Sou um enganador”.

Aliás, cabe ao baterista uma das cenas mais marcantes da fita. É quando entediado e deprimido, se sentido rejeitado por todos, resolve sair, solitariamente, pelas ruas da cidade, até se deparar uma jovem elegante diante de um canteiro de obras. Gentilmente ele resolve transformar seu casaco em tapete no mar de lamas em que ela tem que trilhar até a coitada cair numa vala. A saída estratégica de Ringo é impagável. John Lennon também não ficaria atrás numa sequência em que, de forma bem extravagante, tenta imitar os elegantes passos do dançarino Fred Astaire. E ainda tem a fantástica cena dos quatro improvisando insanamente num campo de baseball.

Well, nos extra do DVD que tenho em casa e que tirei da minha estante mágica para rever e relembrar esse momento formidável, o diretor Richard Lester, que dirigia uma versão hilária dos Três mosqueteiros na década de 70, conta como a espontaneidade e personalidades diferentes de John, Paul, George e Harrison, contribuíram para o sucesso do filme A hard day’s night, que contava ainda com trilha do disco homônimo, além de sucessos do trabalho anterior, With The Beatles, além de singles de sucessos como She loves you.

Como se vê, até mesmo as brincadeiras mais despretensiosas podem se transformar em diversões profissionais. Se eles eram bons atores? E quem estava se importando com isso?

* Este texto foi escrito ao som de: A hard day’s night (The Beatles – 1964)

A hard days night 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s