Beatles é bom de qualquer jeito, baby

Você já ouviu Milton Nascimento cantando Hello, goodbye em falsete?

Você já ouviu Milton Nascimento cantando Hello, goodbye em falsete? Não sabe o que está perdendo

O fab four é tão formidável que é bom de se ouvir de qualquer jeito, meu chapa. Outro dia, mesmo, voltando do trabalho para casa e escutando a Executiva FM, pesquei nas ondas sonoras da rádio um cover formidável de George Benson para The long and winding road e me senti, assim, digamos, exultante. Essa eu juro que não conhecia. Imediatamente viajei no tempo e me vi deitando ali no chão da sala da minha casa, no escuro, nos meus tempos de adolescentes, sendo pego de surpresa com versões sensacionais das canções daquela que foi a melhor banda de todos os tempos.

Até hoje, a que mais me enlouquece, me deixa entorpecido, dormente, é a performance do grande Milton Nascimento em falsete para Hello, goodbye, o clássico psicodélico dos meninos de Liverpool de 1967. Quando ouço essa canção, é como se eu estivesse flutuando nas nuvens, deslizando entre plumas, sedas e veludos de mil megatons, só para parafrasear aqui o grande mestre baiano Raul Seixas.

Bem, motivado por essa descoberta, ou seja, a do grande guitarrista George Benson cantando, The long and winding road, enfim, por momentos de nostalgia que fui à cata de adaptações dos sucessos dos Beatles em outras vozes e descobri pérolas. Listo abaixo uma ou duas faixas já conhecidas que me marcaram profundamente e merecem destaques como as famosas interpretações dos irmãos Gallagher, do Oasis, além de outras surpreendentes, provando que o legado deixado por Lennon, McCartney, Harrison e Ringo é infinito, inegável e eterno.

Help! (Noel Gallagher) – A primeira vez que ouvi essa versão, acho que na MTV, chorei tanto que nem sei. Só sei que, imediatamente, peguei o violão e, na tentativa de copiar o que acabara deBeatles ouvir, fiz uma versão da versão mais melancólica ainda que a do Noel Gallagher. Minha mãe ouviu o que fiz e registrou suas impressões: “Você é bem estranho mesmo, né?! Uma canção tão alegre…”. Foi um dos melhores elogios que já recebi de um familiar.

And your bird can sing (Jim Reid) – A singela homenagem de Jim Reid do Jesus & Mary chain para esse obscuro registro de Lennon & McCartney, do formidável Revolver, é de fazer os cabelos da nuca arrepiar. Pelo menos foi o que senti quando ouvi o registro. Uma prova mais do que meiga das várias interpretações para as canções desses quatros meninos mágicos.

Hey Jude (The Supremes) – Essa foi a canção que me fez ser um garoto que passou a gostar e amar as canções dos Beatles e dos Stones para sempre. A gravação de Paul McCartney para essa obra-prima do pop é sensacional, é insuperável, mas, se eu fosse você, não deixaria de curtir a versão poderosa das meninas da Supremes.

Blackbird (Eddie Vedder) – O líder e vocalista do Pearl Jam foi um sujeito que me conquistou aos poucos com sua voz inconfundível, carisma contagiante e talento surpreendente. Além de cantor, Eddie Vedder é guitarrista versátil e intérprete competente. Seus discos solos é uma prova disso e essa versão do clássico composto por Paul McCartney para o álbum branco é de arrepiar.

Don’t let me down (Stereophonics) – Os galeses do Sterephonics fizeram uma versão apaixonante e visceral dessa baladona dos Beatles do final dos anos 60. A voz rascante, rouca de Kelly Jones, em algum momento, nos faz acreditar que é melhor do que a de John Lennon na versão original. Meus, deus, quanta heresia.

* Este texto foi escrito ao som de: Todas as faixas citadas acima (The Beatles’s Cover – 1965 – 1969)

Stereophonics 2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s