Um roqueiro sertanejo

Show da dupla Chitãozinho e Xororó foi profissional e honesto

Show da dupla Chitãozinho e Xororó, em BsB, ontem, foi profissional e honesto

Sou roqueiro até a medula, mas, por natureza, tenho alma sertaneja. Sabe como é, meu chapa, não posso negar minhas origens, minhas raízes. E foi com esse espírito que entrevistei ontem, na Villa Mix, em Brasília, o Chitãozinho & Xororó, naquele que foi o primeiro show da dupla do ano. Antes da apresentação, bati um papo com eles no camarim, sobre os 40 anos de carreira dos dois artistas que já venderam quase 40 milhões de discos em quatro décadas.

O Xororó se mostrou abatido, triste e calado e quando ele subiu ao palco, mas animado e bem à vontade, confidenciou com o público da casa que estava sem voz e que passara uma semana tensa já que a sogra havia feito uma cirurgia de coração. Profissional, pediu ajuda dos fãs. “Espero contar com a compreensão de vocês e que vocês possam me ajudar com as canções”, disse, esbanjando simplicidade.

De dupla sertaneja entendo um pouco porque, como autêntico menino do interior, cresci ouvindo os clássicos do gênero na voz de Tião Carreiro e Pardinho, Pedro Bento e Zé na Estrada, Tonico e Tinoco, além de Zezé Di Camargo e Luciano, Leandro e Leonardo e, veja você, Chitãozinho e Xororó. Não que eu fosse fã ou algo do tipo, mas meio por osmose, já que o coroa e os meus tios e tias gostavam do som.

A primeira vez que os vi achei engraçados, com aqueles cabelos arrepiados em cima e liso em Ch e X 4embaixo. Pareciam índios e, com o perdão do trocadilho, estavam na crista da onda com o sucesso Fio de cabelo. Na entrevista eles me disseram que o corte foi inspirado no Rod Stewart. 

Confesso que gosto de algumas músicas na voz da dupla, mas não sei nome, muito menos as letras, vou pelo rumo. Por isso que estava me sentindo um tomate vegetativo no meio daquele tanto de fãs com suas enormes fivelas e chapéus idem. Aliás, nunca levei tanto cotoco no umbigo e no nariz. Ou seja, fivelada no pé da barriga e chapeuzada na testa e no nariz.

Já tive oportunidade de ver um show do Zezé Di Carmago e Luciano e se você já viu uma performance de dupla sertaneja, já viu todos. E a apresentação em comemoração aos 40 anos de Chitãozinho e Xororó não teve nada de excepcional, apenas profissa do começo ao fim. A começar pela banda super afinadíssima, destaque para o backing vocal e violão de apoio Daniel Quirino, um morenão de voz grave que roubou os números umas duas ou três vezes.

Um dos momentos que destaco foi quando Chitãozinho viu uma faixa no meio da platéia e dedicou o show ao jovem Leonardo Monteiro, vítima da operação Tartaruga, quando foi assassinado na porta de casa, em Águas Claras. “A gente dedica esse show a você Leonardo, que com certeza está muito bem onde está”, disse.

Noutra cena, Xororó pegou a viola e fez um discurso saudosista acerca de suas origens e raízes, enfim, coisas que já mencionei logo acima. “O trem é chique!”, disse, arrepiando a viola. Lá pelas tantas, cinco Budweiser na cabeça e comecei a ter delírios auditivos. Não sei não, mas ao final de Galopeira acho que a banda mandou um rápido medley de Roadhouse Blues, dos Doors, e Smoke on the water, do Deep Purple. Fora isso teve um rap no meio de Festa de rodeio e as demonstrações de habilidade de Xororó no banjo. Além de um cover de Tente outra vez, do Raul Seixas, música que impediu, veja você, que um dia a dupla acabasse.

Para encerrar em clima de festa o show com cara de pop sertanejo, Nascemos pra cantar uma versão não sei de quem que me emociona por causa dos versos: “Disse o poeta, o artista vai onde o povo está/Por isso cantamos a qualquer hora em qualquer lugar”, diz.

Sai da Villa Mix, eu, um roqueiro de alma sertaneja, com a sensação de ter assistido um show pop sertanejo honesto.

* Este texto foi escrito ao som de: Chitãozinho e Xororó (1972)

Ch e X 3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s