O Papa é pop, o Papa é do povo!

Há muito tempo que desisti de deus, mas não desisti do Papa Francisco

Há muito tempo que desisti de deus, mas não desisti do Papa Francisco

Houve certo burburinho recentemente por causa da capa da Rolling Stone que o bom velhinho do Vaticano ganhou. Bobagem. Quem acompanha a trajetória da revista norte-americana sabe que o perfil da antológica publicação é mesmo sempre estar na crista da onda, enfim, na vanguarda da notícia. E mais vanguarda e pop do que o Papa Francisco impossível. Quer ver? Quando o Dalai Lama era a estrela do momento, lá estava a revista Rolling Stone entrevistando o líder budista. Mais do que natural. E mais. No ano passado, o pontífice foi eleito a personalidade do Ano pela concorrente Time, além de se homenageado por uma publicação gay pela mudança do discurso com relação à causa. O bardo Bob Dylan é quem tinha razão, os tempos estão mudando.

E tantas honrarias se devem ao caráter humanista do religioso católico que, a meu ver, está acima do bem e do mal em vários aspectos. É o líder supremo da religião católica que não está nem aí para o Vaticano e todo o poder que emana dessa esfera. A preocupação dele é o ser humano, com os Direitos Humanos. É o primeiro Papa latino-americano da história e o cara está desafiando as leis e tradições da Cúria, enfim, fazendo diferença. Só podia ser argentino. Se fosse brasileiro a Praça de São Pedro já tinha virada a Sapucaí.

Gostava muito do Papa João Paulo II, mas com esse é diferente. Não sei explicar. Como diz o Chicó, só sei que é assim. Veja bem, já faz muito tempo que eu, um ex-coroinha, desisti de deus. E desisti de deus porque ele desistiu de mim. Pegando carona no heterônimo Alberto Caeiro, uma daquelas personas do Fernando Pessoa, eu não acredito em deus porque deus não acredita em mim. E parafraseando outro Fernando, o Sabino, não é vantagem acreditar em deus, mas deus acreditar em mim.

Papa FranciscoMas no Papa Francisco, sim, eu acredito. Acredito nele porque ele acredita em mim, em você, no seu Zé do picolé e até no mala do Agnelo. O Papa Francisco acredita no ser humano, apesar de tudo. Não me esqueço de uma reportagem que ele concedeu a uma televisão britânica, logo quando assumiu o Papado. Chegou lá o âncora fodão e a equipe por trás das câmeras, ou seja, o cinegrafista, o cara que carrega o fio e não sei quem mais. Ele chega, com toda aquela simplicidade franciscana e cumprimenta todo mundo, um por um. Logo em seguida se despede de todo mundo e adentra com o âncora fodão com cara de sabonete.

Minutos depois, volta o Papa todo desconcertado pedindo desculpa ao cinegrafista, o cara do fio e não sei mais quem e os convida para almoçar com ele. Velho, não acreditei quando vi isso, foi de chorar lágrimas de esguicho no meio fio. Se todo mundo fosse assim, sem nariz empinado, metade dos problemas da humanidade não existiria.

Já na Argentina, antes de chegar aonde chegou, o então bispo Mario Bergoglio já fazia um trabalho social junto aos pobres de arrepiar os cabelos do braço. Sem falar que o bom velhinho do Vaticano ajudou muita gente durante a ditadura. Agora ele quer fazer diferença nesse mundo torto, cheio de gente torta que anda por aí. Quem sabe, por exemplo, se ele não põe fim à Guerra Civil na Síria, que já virou palhaçada. Ou melhor, no conflito milenar entre judeus e árabes no Oriente Médio. Quem sabe.

Espero que ninguém faça nenhum mal ao Papa Francisco, o único sujeito que eu acredito ultimamente. Mais do que em mim próprio. Na boa, todas as capas do mundo ao Papa Francisco.

* Este texto foi escrito ao som de: The times they are a-changin’ (Bob Dylan – 1964)

Bob Dylan 4

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s